As 36 horas do The New York Times em Lisboa

Lisboa continua a ser elogiada pela imprensa estrangeira. O New York Times passou 36 horas na capital e falou com os lisboetas.

O vídeo da visita foi partilhado na página de Facebook do jornal norte-americano e, à data da publicação deste artigo, conta já com cerca de 500 mil visualizações e quatro milhares de partilhas.

“Lisboa é uma cidade que foi feita para se caminhar nela, subir colinas, descer colinas, virar numa esquina e apercebermos-nos de uma vista que temos à nossa frente”, diz uma das participantes do vídeo, que contou com depoimentos em português e inglês.

 

Da capacidade “de se reinventar sem perder a identidade” à “especial relação com a história”, passando, claro, pelo gosto de diversão e de “copos” e de “comer bem” que tão “naturalmente” carateriza o povo português, foram vários os motivos apresentados para se gostar de Lisboa, uma cidade que tem marcado presença nos mais variados roteiros turísticos e que continua a deixar todos de beicinho.

Como a gastronomia portuguesa é um dos aspetos mais cativantes, o The New York Times destacou alguns dos espaços mais icónicos, como a pastelaria Pastéis de Belém. O restaurante Pitéu da Graça e o restaurante Leopold são os outros dois espaços mencionados.

No que diz respeito às visitas, o roteiro do jornal norte-americano começa no Palácio Nacional da Pena, passa pelo Bar Entretanto e pelo Museu Nacional de Arte Antiga. Já à noite, nada como conhecer o Park, a Pensão Amor e a Tasca do Chico.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *