Belém Art Fest: o festival dos museus à noite

Belém Art Fest

Durante dois dias, o Belém Art Fest ocupa vários espaços da zona de Belém, em Lisboa, com concertos, exposições, performances artísticas e mercados.

A 6.ª edição do Belém Art Fest apresenta oito palcos diferentes que vão ter música a 15 e 16 de setembro: o Museu Nacional de Arqueologia, Museu da Presidência da República, Museu Nacional dos Coches, Mosteiro dos Jerónimos, e o Museu Coleção Berardo (no CCB), além dos jardins do Palácio de Belém, os jardins da Praça do Império e o Picadeiro Real. Continuar a ler “Belém Art Fest: o festival dos museus à noite”

É desta: museus voltam a ser grátis aos domingos e feriados

Museus

A proposta aprovada em Novembro de 2016 foi ontem confirmada pelo Ministro da Cultura: os museus nacionais passam a ter entrada gratuita aos domingos e feriados, já a partir de Junho.

O objetivo é, além de repor um direito que havia sido temporariamente suspenso, fomentar a cultura da população e garantir igualdade de acesso.
Continuar a ler “É desta: museus voltam a ser grátis aos domingos e feriados”

Museus voltam a ser grátis aos domingos e feriados

Museus

Em 2017, as entradas nos museus e momentos nacionais voltam a ser grátis aos domingos e feriados até ás 14 horas.

O objetivo é, além de repor um direito que havia sido temporariamente suspenso, fomentar a cultura da população e garantir igualdade de acesso.

Sem dúvida, uma excelente notícia.

Museu do Oriente: uma ponte entre culturas remotas

Museu do Oriente

As suas colecções de arte portuguesa e asiática são a demonstração mais elevada dos encontros históricos entre o Ocidente e o Oriente. No mesmo sentido, as colecções que reúnem as tradições culturais da Ásia inteira são a demonstração da sua riqueza, da sua pluralidade e do seu génio.

No Museu do Oriente está também representada toda a história da forte presença portuguesa na Ásia, incluindo a época em que Vasco da Gama descobriu o caminho marítimo para a Índia. Continuar a ler “Museu do Oriente: uma ponte entre culturas remotas”